Para que serve cada tipo de rota

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Para que serve cada tipo de rota

Mensagem  Sergio Magno em Sex Jan 08, 2016 10:35 pm

Para que serve cada tipo de rota

Para conhecimento e para tirar as duvidas na hora de planejar uma rota :

VEÍCULO: o usuário poderá definir o tipo de veículo que usará para navegar na rota. Os veículos disponíveis para uso no iGO Primo são: carro, pedestre, bicicleta, ambulância, ônibus, táxi e caminhão. Com base nessa configuração, alguns dos tipos de vias podem ser excluídos da rota ou algumas das restrições poderão não ser tidas em conta no cálculo da rota.

Carro:
- As restrições de manobras e as limitações direcionais são levadas em consideração no planejamento de uma rota.
- As vias são usadas apenas se o acesso a carros for permitido.
- As vias privadas e vias apenas para residentes são somente usadas se forem inevitáveis para chegar ao destino.
- As vias para pedestre e as trilhas são excluídas das rotas.

Pedestre:
- Nem as restrições de manobras e nem as limitações direcionais são levadas em consideração no planejamento de uma rota.
- As vias são usadas apenas se o acesso a pedestres for permitido.
- As vias de acesso controlado são excluídas das rotas.
- Uma via privada é usada somente se o destino for nessa via.
- Não são usados limites de velocidade no cálculo de rota e é usada uma velocidade média de caminhada no cálculo da hora de chegada prevista.

Bicicleta:
- As restrições de manobras e as limitações direcionais (se forem aplicadas a bicicletas nos dados do mapa) são levadas em consideração no planejamento de uma rota.
- As vias são usadas apenas se o acesso a bicicletas ou pedestres for permitido.
- As vias de acesso controlado são excluídas das rotas.
- Uma via privada é usada somente se o destino for nessa via.
- Não são usados limites de velocidade no cálculo de rota e é usada uma velocidade média de ciclismo no cálculo da hora de chegada prevista.

Ambulância:
- Todas as manobras estão disponíveis em cruzamentos.
- As limitações direcionais são levadas em consideração, da mesma forma que a direção oposta é permitida com uma velocidade baixa.
- Uma via privada é usada somente se o destino for nessa via.
- As vias para pedestres e as trilhas são excluídas das rotas.

Ônibus:
- As restrições de manobras e as limitações direcionais são levadas em consideração no planejamento de uma rota.
- As vias são usadas somente se o acesso a ônibus for permitido.
- As vias privadas, vias para residentes, vias para pedestres e trilhas são excluídas das rotas.

Táxi:
- As restrições de manobras e as limitações direcionais são levadas em consideração no planejamento de uma rota.
- As vias são usadas somente se o acesso a táxis for permitido.
- As vias privadas, vias para residentes, vias para pedestres e trilhas são excluídas das rotas.

Caminhão:
- As restrições de manobras e as limitações direcionais são levadas em consideração no planejamento de uma rota.
- As vias são usadas somente se o acesso a caminhões for permitido.
- As vias privadas, vias para residentes, vias para pedestres e trilhas são excluídas das rotas.
- Os retornos são excluídos das rotas (voltar por uma via dividida não é considerado como retorno).


MÉTODO DE PLANEJAMENTO DE ROTA: o cálculo da rota pode ser otimizado para diferentes situações e tipos de veículos, alterando o método de planejamento. A descrição de cada método de planejamento de rota encontra-se a seguir:

RÁPIDA: oferece uma rota rápida, caso o condutor possa viajar no limite de velocidade, ou perto dele, em todas as vias. Normalmente é a melhor opção para carros rápidos e comuns.

ECOLÓGICA: oferece uma rota rápida, porém com economia de combustível, com base nos dados de consumo de combustível nas configurações do trajeto da rota ecológica. Os cálculos dos custos de viagem e das emissões de CO2 são estimados, não são precisos. Esses cálculos não consideram as elevações no terreno, curvas e condições de tráfego.

CURTA: oferece uma rota curta para minimizar a distância da viagem. Essa opção é normalmente prática para pedestres, ciclistas ou veículos lentos. Este modo procura por uma rota curta, independentemente da velocidade; esse tipo de rota é raramente escolhido para automóveis. Usando veículos automotivos, deve-se evitar a escolha deste modo em grandes cidades, sob risco de o condutor ser levado a regiões desconhecidas e até perigosas.

FÁCIL: resulta em uma rota com poucas curvas ou manobras difíceis. Com essa opção, o iGO Primo poderá selecionar, no cálculo da rota, por exemplo, uma rodovia em vez de uma série de estradas ou ruas mais curtas. Este modo de planejamento, quando usado nas cidades, permite que o cálculo da rota leve em consideração as principais ruas e avenidas, levando o condutor por caminhos mais comuns e familiares.

DAR PREFERÊNCIA POR RODOVIAS: este modo, quando selecionado, faz com que o cálculo da rota seja forçado a priorizar as rodovias, de maneira que uma série de estradas e ruas seja evitada. Este modo pode ser útil para condutores que, em viagens, prefere não entrar nas cidades, diminuindo o tempo de condução e a distância total do percurso.

Por abuso de linguagem, falamos em "rota curta", "rota isso ou aquilo", o que não é correto. O que recebe estes nomes é o método de planejamento da rota e não a rota em sim. Posto isto, apenas um adendo sobre três entre todos os tipos de planejamento de rotas.

Curta: usa-se um algoritmo onde a menor distância entre dois pontos, por vias trafegáveis, é sugerida ao condutor. Observe que, neste método, eventos de trânsito, online (TMC) ou off-line (arquivo FSP -- estatísticas de trânsito) quase não são considerados, ou seja, a mais curta considera as distâncias presentes no arquivo de mapa mesmo. Isto é, esta seleção poderá levar o condutor por vias congestionadas ou pouco recomendadas ("área perigosa", por exemplo).

Rápida: o arquivo de mapa contém a velocidade (quando disponível, pois depende da cidade, região, etc.) de cada via. Além deste arquivo, existe outro, de extensão HSP ("histórico de velocidade") que contém informações sobre a velocidade média dos veículos em cada via (que depende do dia da semana e do horário do dia). Assim, a expressão "viajar no limite da via" significa que o condutor pode trafegar na máxima velocidade informada (no arquivo de mapa e/ou histórico de velocidade). Claro, se houver eventos de trânsitos (trânsito lento, congestionamentos, vias fechadas, acidentes, etc.), nada será considerado e a tal "mais rápida" poder-se-á tornar mais lenta.

Ecológica: este método de planejamento é um mix dos dois anteriores, ou seja, usa um algoritmo para que a rota sugerida seja rápida e curta, pois, com isso, ter-se-ão economia de combustível e menos emissões de poluentes (CO2). Em nosso país é complicado fazer esta escolha, pois nas grandes cidades...

As outras duas são bem naturais. Dar preferência por rodovias é autoexplicativo. Já o método de planejado "fácil", mesmo não sendo o mais otimizado, é aquele que menos induz o condutor a erros. É, entre todos, o que mais uso (quase o tempo todo). Motivo: leva o condutor por caminhos mais simples, com referências mais comuns (pontos, ruas e avenidas, etc.), principalmente nas grandes cidades e nunca levará o condutor por caminhos estranhos e obscuros (exceto por falhas no arquivo de mapa).

Saber escolher o tipo de veículo e o método de planejamento de rota é uma questão importante nos navegadores da família iGO (todos). A boa escolha, de acordo com a necessidade do usuário, levará à melhor sugestão possível.

E por fim, mas não menos importante, fixado dois pontos, ponto de partida e destino, a rota sugerida pelo navegador nunca será, necessariamente, a mesma. Isto pode depender de vários fatores, entre eles, dia da semana, horário do dia, eventos de trânsito (quando disponível), histórico de velocidade (quando disponível), etc. Sim, o tipo de veículo pode ser o mesmo, o método de planejamento pode ser o mesmo, os pontos inicial e final podem ser os mesmos, etc., mas mesmo assim a rota sugerida poderá ser diferente. Poucos sabem disso. Wink

CREDITOS Xamanian

Apresentado por
Sergio Magno What a Face

Sergio Magno
Novato
Novato

Respeito às Regras : 100
Mensagens : 7
Data de inscrição : 15/06/2014
Idade : 67
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum